uno, dos, tres...
André
Bruno
Kleiton
Laura
Leandro
Rafael
Thiago
14

hello, hello!
Cão Uivador
Dilbert blog
Forasteiro RS
GPF
Improfícuo
La'Máfia Trumpi
Limão com sal
Malvados
Moldura Digital
Notórios Infames
PBF archive
Wonderpree

hola!
Indústria
Esta noite jantaremos no inferno!!!
Até o Zangado é menos FDP
O número 9
Só pra não perder a viagem
Porque meu voto é nulo
Breakfast at Tiffany's
Sirvam nossas façanhas...
"Eu sou gaúcho e me basta"
A piada fraca do dia

Swinging to the music
A 14 Km/seg
Expressão Digital
Peliculosidade
Suando a 14
Tá tudo interligado
Cataclisma14 no Pan
Libertadores 2007

dónde estás?


all this can be yours...





RSS
Parece mentira mas é verdade
André - 27 setembro 2006 - 13:23
Tomei um decisão sensata: resolvi não mentir mais, nunca, sob hipótese alguma. Como sei que a parte "não mentir mais, nunca, sob hipótese alguma" é mentira, não vou me cobrar muito, mas pretendo não usar este artifício na maior parte das situações da vida.

"Tá ficando velho", vocês deve estar pensando. Ledo engano. Não estou ficando velho, muito menos tentando me tornar uma pessoa melhor. Apenas descobri, graças à pequenas mentiras, que cedo ou tarde a verdade aparece - então, inevitavelmente teremos que lidar com o fato/acontecimento/situação/problema, e é melhor fazer isso na hora porque depois o fato/acontecimento/situação/problema vai adquirir proporções maiores. Perceberam? Não é uma questão de caráter, mas sim de medo, de buscar o caminho mais fácil.

Claro, tem muita gente por aí que não mente (ou pelo menos diz que não). Que são pessoas íntegras, que são corretas, e blá blá blá. Pura balela. Se alguém não conta mentiras, é porque teme que o assunto tome proporções maiores do que deveria (ou as devidas proporções). Não evita, foge. Não tenta solucionar, simplesmente aceita.

Por isso, desconfiem de qualquer pessoa que não minta. Pode até parecer inicialmente uma virtude, um comportamento de alguém que deseja ser íntegro, e batalhar para que o mundo se torne um lugar belo, puro e verdadeiro.

Mas, na verdade, é covardia mesmo.
Comentários: 3